'Normal People' do Hulu é o programa mais nu de 2020 (e é isso que o torna ótimo)

O novo drama do Hulu apresenta Daisy Edgar-Jones e Paul Mescal nus, mas são as emoções que estão realmente expostas.

No início dos anos 1990, o ABC's NYPD Blue regularmente nas manchetes por suas cenas de nudez extremas - sempre cuidadosamente colocado na sombra. Era uma época muito diferente de hoje, quando as plataformas de cabo e streaming regularmente lançavam conteúdo tão explícito que a MPAA ficaria vermelha se fosse lançado em um cinema. Assim, é preciso um esforço especial para se destacar quando se trata de colocar pessoas nuas na tela, da mesma forma que o novo drama do Hulu Pessoas normais faz.



Pessoas normais, em seu trailer, só podia começar a sugerir o nível de nudez contido na série, focado na complicada relação entre Marianne ( Daisy Edgar-Jones ) e Connell ( Paul Mescal ) Conhecidos inicialmente enquanto cresciam em sua pequena cidade irlandesa, seus surtos de namoro casual na adolescência eventualmente evoluem para uma história de amor muito triste que se estende ao longo dos anos - uma com muito sexo.



Isso inclui o tabu final da nudez na tela - frontal masculino. O novo Ryan Murphy - Drama Netflix produzido Hollywood pode incluir algumas cenas em que homens nus brincam à beira da piscina, mas Mescal fica totalmente exposto de maneira semi-regular. Quantas pessoas mencionaram isso originalmente o surpreendeu, quem disse ao Daily Beast que ele não tinha pensado que o tema nudez seria tão popular. Isso porque, ele disse, 'eu e Daisy nos acostumamos a filmar as cenas e nos sentimos bastante seguros nisso, que não pareciam eventos massivos quando estávamos filmando. Foi apenas parte de uma semana de trabalho. ”

A Guerra dos Tronos costumava receber muitas críticas por sua implementação relativamente flagrante de cenas de nudez - no entanto, isso porque muitos desses momentos eram gratuitos e desnecessários. (É provável que nenhum de nós jamais se esqueça de Lord Baelish fazendo uma exposição enquanto, simultaneamente, observava uma sessão de treinamento de prostituta).



Enquanto isso, Edgar-Jones e Mescal fazem muito sexo ao longo da temporada, mas suas cenas de nudez juntos (filmadas com a orientação de um coordenador de intimidade) ocorrem com mais frequência depois de suas cenas de amor. Quando realmente faz sexo, a câmera mantém sua atenção em seus rostos, não em seus corpos, com close-ups capturando as emoções às vezes confusas que vêm com esse ato específico. Apenas no pós-brilho complicado, quando eles estão negociando seu caminho através dos sentimentos sobre o que acabou de acontecer, eles estão adicionalmente expostos de alguma forma.

Imagem via Hulu

Especialmente no meio da série, também, o uso casual de nudez é apenas uma indicação adicional de seu conforto um com o outro, uma evidência na tela de anos de familiaridade. O que se destaca na forma como os diretores Lenny Abrahamson e Hettie Macdonald usar nudez é que, se você está em farrapos, em certo ponto o impacto parece quase desaparecer. Em vez disso, o que é realmente despojado na tela são as emoções. Marianne e Connell não estão apenas fisicamente nus em suas cenas de quarto (ou não) - seus personagens são vulneráveis ​​e rudes um com o outro de uma forma que só acontece quando você vê a verdadeira intimidade na tela.



Um dos momentos mais carregados sexualmente em toda a série acontece quando as partes impertinentes de ambas as partes envolvidas são cobertas. Agora na faculdade, Marianne e Connell, seu relacionamento à beira do precipício, estão em uma festa na piscina. Eles têm lutado por uma série de coisas, incluindo como Connell não vai tocá-la quando estão em público, mas então, à vista de todos os seus amigos, ele se inclina para beijar gentilmente o pescoço dela.

Todos usam algum tipo de armadura, até certo ponto, exceto aqueles em quem confiam o suficiente para vê-los sem ela. Pessoas normais não visa excitar. Em vez disso, quer nos fazer sentir o que isso significa, sermos expostos e amados por isso.

Pessoas normais estão transmitindo agora no Hulu.